Mineirinha n'Alemanha
Brasil - Deutschland

::Minhas previsões astrológicas para os próximos 6 meses::

É possível que surja uma oportunidade de ganhar dinheiro ou de melhorar sua residência, tornando-a mais agradável. Ou então de conhecer pessoas que irão ajudá-la a aprender mais sobre o mundo e a expandir seus pontos de vista. Contudo, você terá de estar disposto a deixar que isso aconteça, o que quer dizer que deve manter-se receptiva. Física ou mentalmente, as viagens geralmente acompanham este trânsito. Aproveite este período para ampliar sua compreensão do mundo que a cerca. O período também é excelente para todas as questões financeiras, mas não deixe que essa preocupação com as aquisições materiais a ceguem para algumas boas oportunidades de crescimento interior que surgirão.



 Escrito por Sandra às 01h39

Comente aqui: ou aqui: []

::Rosa Passos::

 

Acabo de descobrir a cantora Rosa Passos e estava um pouco frustrada por nunca ter ouvido falar dela. Que voz doce e linda! Ao pesquisar um pouco, descobri que ela praticamente começou a ficar famosa no Brasil no ano que deixei o país, em 1993. Então tá bom, aceito a ignorância. Aqui, um vídeo dela com a Ivete Sangalo cantando Dunas, uma maravilha de canção, indescritível de tão bonita!



 Escrito por Sandra às 21h37

Comente aqui: ou aqui: []

::sOnOrIdAdE pArA o PrOgReSsO::

Tirei daqui e assino embaixo:

 

"Façamos letras de músicas de fato incentivando diretamente uma postura de desenvolvimento local objetiva. Vamos conclamar nos sons de hip-hop, funk, rap, baião, bolero, maxixe, rock, em qualquer sonoridade para se ter uma postura digna para o progresso como revisão imediata da nossa tão triste História do Brasil. Ao invés de lamúrias vamos vibrar com as nossas diferenças para construir um Brasil melhor. Eu também sou de favela, mas não comungo com o discurso de vítima. Também sou negro, mas me sinto apenas alguém independente de cor da pele na luta inteligente e crítica por um país melhor. Sei que ainda falta muita estrada para chegarmos a um desenvolvimento aceitável e de maior consciência participativa dos brasileiros. Um funk ou qualquer ritmo sempre pode contribuir objetivando o coletivo que deve se organizar para não se deixar dominar pelas circunstâncias devoradoras do bom senso..."

Abaixo letra de um funk da mesma autoria do texto acima (Ubirajara Rodrigues):

A gente precisa parar com essa história de dizer
Que este país não vale nada
Que o
Brasil perdeu o tom
Que nem joga mais futebol
A gente precisa parar com essa história de dizer
Se é favelado também não vale nada
Que brasileiro não é patriota
É idiota
É acomodado
A gente precisa parar com essa história de pensar
Se é negro pode ser bandido (prende ele)
Se é índio é bicho do mato (mata ele)
A gente precisa parar com essa história de dizer
Se é político é ladrão (cadeia pra ele)
Se é pobre é pra viver em vão (enterra ele)
Nessa ilusão não caio, não
Porque eu sei que é pra melhor
Tudo depende da força do meu amor
Que me engrandece na luta pelo meu país
BRASIL, BRASIL, BRASIL te amo

 Escrito por Sandra às 22h34

Comente aqui: ou aqui: []

::Escultura de areia de Benazir Bhutto na Índia::

Sudarsan Pattnaik, artista indiano, finaliza escultura de areia em homenagem a ex-premiê do Paquistão Benazir Bhutto, em Puri, na Índia (Fonte: UOL).



 Escrito por Sandra às 21h48

Comente aqui: ou aqui: []

::De luto por Benazir Bhutto::

Opfer eines Selbstmordanschlags: Pakistans Oppositionsführerin Benazir Bhutto

 Escrito por Sandra às 02h01

Comente aqui: ou aqui: []

::Meta pessoal para 2008::

Pensar (ainda mais*) no outro e no que eu posso fazer para deixá-lo feliz, observando as leis cristãs.

 

*Claudinha, o "ainda mais" surge depois do seu comentário. Acho que cada um pode pensar e implementar medidas para deixar outras pessoas ainda mais felizes.



 Escrito por Sandra às 00h35

Comente aqui: ou aqui: []

::E é Natal!...::

Es gibt viel mehr was wir für Andere tun können, als uns bewusst ist. Oft kostet es uns keinen Cent jemanden Aufmerksamkeit zu schenken, sich Zeit für ihn zu nehmen und miteinander zu lachen. Wenn auch der Andere ein Mensch mit Ecken und Kanten ist, manchmal komisch und einzigartig, aber gerade deswegen liebenswert. Ihm dann das Gefühl zu geben, dass er wertvoll ist, angenommen und verstanden wird, wenn man dieses Gefühl teilt, wird einem warm ums Herz und dann weißt man wieder, wofür es sich zu leben lohnt.

 

Há muito mais o que se possa fazer por outras pessoas do que imaginamos no nosso dia-a-dia. Muitas vezes isso não custa um tostão. Reservar um tempo para o outro, dar atenção a ele, dar boas risadas juntos, demonstrar que o outro tem valor para mim, é aceito e respeitado como é. Descobrir que o outro é uma pessoa com seu jeito de ser, indivíduo único e às vezes esquisito, mas exatamente por isso digno de amor. Quando se tem este sentimento, dá um calorzinho bom no coração e no mais tardar nesse momento descobre-se porque vale mesmo a pena viver.

 

Frohe Weihnachten und einen guten Rutsch ins neue Jahr!

Feliz Natal e um Ano Novo de muitas realizações!



 Escrito por Sandra às 02h25

Comente aqui: ou aqui: []

::O medíocre e o original::

Achei um pensamento hoje numa matéria sobre a greve de fome do Dom Cappio contra a transposição do rio São Francisco que me tocou: "O medíocre aspira a confundir-se com os que o rodeiam: o original tende a diferençar-se deles. Enquanto um se concretiza, pensando com a cabeça da sociedade, o outro aspira a pensar com a própria cabeça."

 

E aqui uma matéria da Folha de São Paulo de 15.12.07:

 

Sede de votos

Bispo em greve de fome repõe a transposição do São Francisco em pauta; interesse eleitoral parece vencer as fortes objeções

A PROPAGANDA do governo Lula quer fazer crer que o projeto de transposição do rio São Francisco vai transformar o sertão semi-árido num mar de água doce encanada. Uma população de 12 milhões de pessoas seria beneficiada, ao custo total de R$ 4,5 bilhões. Apesar das dúvidas perenes sobre sua real necessidade, o programa de óbvio apelo eleitoral parece mesmo fadado a sair das pranchetas.
As obras, ao menos, já começaram. Em junho, batalhões do Exército iniciaram escavações preliminares em Cabrobó (PE). Ali será feita a captação de água para os canais de um de seus dois eixos, o Norte, no qual bombas poderosas terão de vencer 180 m de altitude para alcançar as bacias-alvo, como a do Jaguaribe. No Leste, o desafio de engenharia é maior: desnível de 300 m. Serão beneficiados Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O plano é ter os primeiros canais e açudes em dois anos, a tempo para a eleição de 2010.
Adversários da transposição, diante do fato consumado, recorrem a medidas extremas, como a retomada da greve de fome de dom Luiz Flávio Cappio, bispo de Barra (BA). Alegam, com apoio de vários especialistas, que o projeto não equaciona os verdadeiros problemas do rio e da população que dele depende, como a poluição da água. Afirmam, ainda, que ela não chegará às pessoas que mais precisam, mas servirá de modo preferencial aos grandes projetos de irrigação -o agronegócio demonizado por movimentos sociais com apoio da Igreja Católica.
Com efeito, a própria Agência Nacional de Águas (ANA) alertou em seu "Atlas Nordeste", um ano atrás, que 41 milhões de nordestinos poderão enfrentar insegurança hídrica se não forem realizadas obras adicionais -ao custo de R$ 3,6 bilhões- para distribuir de fato a água. Parece também exagero a cifra de 12 milhões de beneficiários, em realidade toda a população urbana na área das bacias receptoras.
Mesmo onde já existe infra-estrutura para irrigação no Nordeste, metade do potencial deixa de ser aproveitado por agricultores, por falta de capital e crédito. Por fim, diante do descaso tradicional com saneamento básico, parece pouco provável que se cumpram as promessas de expandir a rede de coleta de esgotos ao longo do Velho Chico.
O governo de Lula (que só se converteu à transposição depois de se tornar presidente e então a incluiu no programa para a reeleição) não conseguiu ainda responder de modo satisfatório a todas essas objeções. Por outro lado, tem sido bem-sucedido na superação das barreiras institucionais que poderiam se contrapor à obra, aprovando no Congresso recursos orçamentários para tocá-la e obtendo do Ibama, em março deste ano, a licença de instalação do empreendimento.
Diante do fato a consumar-se, parece mais pragmático, agora, vigiar de perto a empreitada para que não enseje dois outros resultados deletérios mais que previsíveis no Brasil: o desvio de verbas e o risco usual de que a obra bilionária termine abandonada quando Lula deixar o cargo.


 Escrito por Sandra às 03h21

Comente aqui: ou aqui: []

::Preço Justo::

Aqui na Alemanha foi feito um projeto da universidade de Frankfurt envolvendo várias empresas tais como restaurantes ou cabelereiros, onde podia-se comprar o produto ou serviço e decidir depois quanto este valia, sendo que cada freguês pagava o que achasse justo, a exemplo do último álbum da banda Radiohead que também podia até há pouco ser baixado pela internet pelo preço que a pessoa estivesse disposta a pagar. O interessante foi que depois do final do projeto algumas das empresas participantes decidiram continuar a oferecer o produto pelo “preço justo” definido pelo freguês. Um dono de restaurante afirmou que “não tem coisa mais triste do que restaurante vazio” e aposta na proposta para o horário do almoço. Tem gente que paga pouco, mas tem gente que paga acima da média e enquanto isso o restaurante vai formando freguesia. O cabelereiro, por exemplo, afirmou ter ganho em um mês 17 novos clientes, o que não é normal neste ramo. Achei a idéia muito boa e decidi divulgá-la. O que você acha dela?

 Escrito por Sandra às 23h56

Comente aqui: ou aqui: []

::Enfrentando o mau-humor do vendedor/serviço de atendimento ao cliente na Alemanha::

Cena 1:

Ligo para a cia. de energia elétrica da cidade. Começo a falar:

-          Santos, bom dia. Estou ligando porque notei que na minha conta...

-          Eu sei, na conta da senhora foi debitado um valor mas este tinha sido creditado duas vezes.

-          Ah, então eu vou verificar, não notei isso. Mas eu tenho outra pergunta, eu pago a tarifa “XY”...

-          Vou transferir a senhora, só um momento...

-          Mas a senhora nem ouviu ainda o que eu quero dizer...

-          É que eu recebo muitos telefonemas de muitos clientes o dia todo!

-          Deixe-me acabar a frase, por favor. A tarifa “XY”, da qual eu faço parte, vai ser cancelada no final do ano e eu quero saber o que fazer para solicitar a assinatura dessa tarifa para o ano que vem.

SILÊNCIO por uns 30 segundos... Ela de novo:

-          Eu estava esperando a senhora acabar de falar.

-          Sabia que a senhora não tem a mínima competência para trabalhar com atendimento a clientes? Quem trabalha com cliente deve atender o próximo sem deixar perceber se houve problema com o anterior!

-          Só um momento, eu vou repassar a ligação. Se não atenderem, ligue para o n° xyz, por favor.

(....)

-          O departamento não está livre no momento. Será que a senhora poderia tentar mais tarde por favor?

 

Moral da história: às vezes, as pessoas aqui funcionam melhor depois de levarem uma patada ou ouvirem o que não queriam ouvir. Não entendi isso até hoje!...

 

Cena 2:

Estou na fila de uma livraria para pagar um livro. O Daniel está berrando sem parar. Tem mais umas 3 pessoas na minha frente. A vendedora intrometida diz:

-          Nossa, tadinho. Ele está morrendo de sono!

Ao que eu prontamente retruco:

-          Não, a senhora está enganada. Ele não está com sono. Está querendo que eu solte seu braço para ele poder tirar todos os livros de sua livraria do lugar.

Pelo menos não recebi mais nenhum comentário, paguei e me fui da tal livraria...

 Escrito por Sandra às 22h45

Comente aqui: ou aqui: []

::Presente de Natal...::

Tem um presente de Natal que estou mentalizando pra mim e pra minha família. Mas esse não dá pra colocar na bolsa e levar por aí. Ok. Então minha outra opção é isso aqui: um aparelho chamado Kindle (veja o vídeo de lançamento aqui), que acaba de chegar no mercado através da Amazon dos EUA, que funciona sem computador ou fios e que permite acesso a livros, jornais e blogs, que podem ser lidos com a tipografia original! Para uma devoradora de letras, nada mal, não é? O que mais o futuro nos reserva?!?



 Escrito por Sandra às 11h20

Comente aqui: ou aqui: []

::BoA nOtíCiA, bOnS ritMoS...::

Boa notícia: o Brasil é o 8º em ranking dos países que mais lutam contra mudança climática. Entre as 20 primeiras colocações, além do Brasil, estão México (4º lugar) - atrás somente de Suécia, Alemanha e Islândia - e a Argentina (10º lugar).

 

Samba Meu

 

Tenho tido a sorte de comprar muitos CDs bons. Os dois últimos foram o Brazilian Groove, da coleção Putumayo, com muito soul, funk, samba, bossa nova e ritmo eletrônico. O outro CD é o novo da Maria Rita, que respira samba por todos os poros no momento e está de novo visual e por sinal muito bonita (parece uma J.Lo brasileira). Até eu que não sou muito chegada a samba gostei muito do CD. A voz dela é simplesmente um show!

 

 

Os CDs da coleção Putumayo (já tenho 3 ao todo, o Brazilian Lounge e o Brazilian Playground) são todos muito bons. Trata-se de uma empresa americana que prepara coletâneas de vários estilos de música e de música de todo canto do planeta. Com certeza por trás desta empresa estão pessoas que sabem o que fazem. As coletâneas são de excelente bom gosto e mostram um novo Brasil para uma brasileira morando no exterior, talvez até para um brasileiro dentro do Brasil, pois buscam dar chance a muitos novos artistas, o que acho fantástico, pois sou altamente contra a mesmice dos meios de comunicação. A empresa tem uma linha infantil para que crianças tenham a oportunidade de serem expostas aos diferentes tipos musicais do mundo. O CD Brazilian Playground é uma graça, não só para crianças!

A Putamayo apoia também várias ONGs e projetos sociais no Brasil e no mundo.



 Escrito por Sandra às 20h38

Comente aqui: ou aqui: []

::Reunião de Pais::

 Eu sou mais uma além da Carla que não tem a menor paciência com reunião de pais aqui na Alemanha. Em geral essas reuniões demoram pelo menos 3 (!) horas e se um pai ou mãe não tiver mais nada pra perguntar ou decidir (tudo muitíssimo democrática e detalhadamente), alguém logo arruma um novo tópico e a discussão recomeça!...

 

Pelo menos durante o primário da minha filha eu ainda tinha prazer em ir às reuniões, pois a professora era um exemplo, super organizada, bem preparada, inteligente e gostava dos nossos filhos de coração, tinha realmente amor pela profissão. A sorte foi tanta que desde o ano passado nossos filhos ganharam uma megera, velha, desatualizada, desmotivada e despreparada como professora no ginásio que, como toda funcionária pública, se sente segura de seu posto e é inatingível. Já chegamos até ao ponto de eu tentar entender qual é o problema da Taísa com inglês, até que um dia ela soltou, aos prantos:

-          Eu odeio inglês!

E eu retruquei:

-          Você não odeia inglês, odeia sua professora, mas quando crescer e precisar do idioma nem vai se lembrar que essa meleca existe ou existiu algum dia!

Bom, mas voltando à noite anterior, todos estávamos lá, pontuais, com bloquinhos e canetas para anotar de tudo um pouco. Se a representante dos pais não se preparasse, não sei o que seria da tal reunião. Os únicos problemas é que ela adora tagarelar (talvez goste de ouvir sua própria voz) e adora definir as coisas de um jeito bem anti-democrático, tipo “votem mas votem na opção que eu já escolhi”. Eu saí da reunião decepcionada. Passei 1/3 da mesma fazendo desenhos ou escrevendo qualquer coisa num pedaço de papel, pois a discussão não andava pra frente e eu quase fiquei arrancando os cabelos de falta de paciência. 1/3 da reunião passamos falando sobre aspectos positivos (praticamente inexistentes) e negativos (quem vive aqui sabe que alemão sempre acha muitos) do colégio e do que poderia ser mudado. Chegaram ao cúmulo de pedirem que as provas de todas as matérias sejam definidas já no começo do ano, para que as crianças pudessem se preparar melhor e para melhor planejamento. (Ainda bem que não lembraram de reiniciar a discussão da vez passada da ordem em que os meninos deveriam se sentar dentro da sala de aula. Isso foi definido por voto, sendo que a cada 3 semanas há nova reorganização pra nenhuma criança sair prejudicada!...) O último 1/3 da reunião passamos tentando decidir ou conversar sobre para onde mandaremos nossas crianças numa excursão junto da professora no ano que vem. A professora já foi logo adiantando: ele não dorme em qualquer lugar, não esquia, não gosta disso, não gosta daquilo... Um pai bateu o pé e pediu que as crianças também fossem perguntadas, a professora não queria, dizendo que criança de 12 anos só quer estar junto de amigos e que não importa onde... Saímos de lá quase 22:30 da noite, tendo chegado às 19:30 horas, e sem uma decisão a este respeito. Eu morro! Por fim, ainda dei uma passadinha na professora da Taísa pra conversar com ela sobre a prova de inglês de ontem. Eu perguntei por que ela exigiu que as crianças decifrassem fonética de verbos em inglês, sendo que elas tiveram que descobrir do símbolo de qual verbo se tratava, já que um idioma deve só ser entendido, falado, ouvido e escrito. Sugeri que ela poderia ter lido os verbos, assim as crianças poderiam tê-los escrito na prova como num ditado. Ela disse que fez, porque quis, porque ela ensinou isso na sala e que tinha decidido colocar essa questão na prova desta vez. Resultado: as notas caíram pela metade: 3-4 (as notas aqui são de 1 a 6, sendo 1 a melhor e 6 a pior), sendo que grande maioria da classe vem lutando com notas ruins com ela. Pra mim foi um sentimento horrível, pois não tenho o que fazer para tentar melhorar a situação, sou dependente dela, não tenho voz própria. Odeio esse tipo de situação. Só me resta incentivar a Taísa a estudar mesmo, independentemente dela. Saí de lá com um nó amarrado na garganta. À noite já tinha percebido, hoje se confirmou: estou doente, com dor de garganta, de ouvidos, de cabeça... Nunca tinha me acontecido isso. Já me prometi que vou a todas as reuniões da Taísa, mas quando o Daniel for pra escola, aí vai ser a vez do Matthias!

 Escrito por Sandra às 22h10

Comente aqui: ou aqui: []

::Início do advento::

Aqui na Alemanha há várias maneiras de ir contando os dias até chegar o Natal. A mais comum delas é através de um calendário de advento todo numerado com portinhas que, ao serem abertas, dão um presentinho para o seu dono, como por exemplo um chocolate ou um pequeno brinquedo. Geralmente toda criança aqui na Alemanha ganha um calendário desses, mas muitos adultos também ganham ou compram um. Há mil e uma variações do tema. Eu, como já ganhei um com chocolate que está lá no meu trabalho, escolhi outro pra mim pra ficar em casa: será um calendário de advento com chás. São 24 tipos de chás diferentes, um para cada dia. Até o Natal, terei certamente encontrado pelo menos mais um chá gostoso pra saborear.

 

Amanhã também é o primeiro advento. Aqui marcam-se os domingos até a chegada do Natal, praticamente em todas as casas e empresas encontram-se coroas de galhos de pinheiro decoradas com 4 velas, cada uma representando um advento. Vai-se acendendo as velas, uma a cada domingo, até a chegada do Natal.

 

As cidades e casas já estão todas decoradas também. O dia é curto, escurece rápido e tudo fica iluminado, enfeitado com motivos natalinos. Eu gosto muito desta época. Amanhã vamos ao 1° mercado de natal deste ano, em Constança. Vamos ver se vamos provar também a bebida típica da época, um Glühwein (vinho quente temperado, que muito me lembra o nosso quentão das festas juninas).

 

Hoje compramos o 1° presente, uma estrada de ferro com trenzinho e outras atrações para o Daniel. Ainda restam muitos... Desta vez vou tentar comprar tudo com antecedência, pois tem pouca coisa que mais me estressa do que ter que comprar presente no último minutinho!



 Escrito por Sandra às 23h49

Comente aqui: ou aqui: []

::Verde brasileiro::

A natureza brasileira me emociona. É só eu chegar aí e começar a olhar pra baixo, mesmo ainda no avião, ou já no solo, e fico toda feliz só de ver esse verde. Eu adoro esse verde do Brasil, eu amo o solo mesmo, o meu chão. Cada cantinho de onde vim, tenho uma ligação que nunca vou perder (espero).



 Escrito por Sandra às 22h20

Comente aqui: ou aqui: []
Meu nome: Sandra
Aniversário: Dia de sorte
Signo: Virgem


Gosto:
De melancia
Laranja
Sol
Viajar
Bater papo
Rodar o mundo

Não Gosto:
De cinza
Monotonia
Chuva

Ouço:
Norah Jones
John Mayer
Marisa Monte
Adriana Calcanhoto
Legiao Urbana
Cazuza
Milton Nascimento
Toquinho e Vinícius
JAZZ
BOSSA NOVA
MÚSICA COM LETRA INTELIGENTE OU BATUQUE BOM =D
MPB

Vejo:
Eu nao sou de ver TV, sou mais de ler e escrever... mas adoro cinema!

Leio:
Vá onde seu coração mandar - Susanna Tamaro
Utta Danella
Paulo Coelho
Geraldo Eustáquio de Souza
Meu perfil
BRASIL , Mulher , de 26 a 35 anos , Portuguese , German , Cinema e vídeo , Informática e Internet , Viagens, Leituras...
MSN -



Histórico
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004
01/01/2004 a 31/01/2004
01/12/2003 a 31/12/2003
01/11/2003 a 30/11/2003
01/10/2003 a 31/10/2003
01/09/2003 a 30/09/2003
01/08/2003 a 31/08/2003
01/07/2003 a 31/07/2003
01/06/2003 a 30/06/2003
01/05/2003 a 31/05/2003

Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Pousada Ilha do Sol
Sítio do Ipê Amarelo
Viver na Alemanha
Manual para a Alemanha
Mundo Pequeno
Companhia para Crescer
Warrior of the Light
Karey Lorena
Patilein
Trocando Figurinhas
Zero Grau
UOL
UOL SITES


 


 



Blogs que leio:
Daniel Eisheiliger
Ar de Amor
Consulta Sentimental
Indizível
Trocando Figurinhas
Tricotando



Site Meter