Mineirinha n'Alemanha
Brasil - Deutschland

::La Comunidad (Allein unter Nachbarn)::

La Comunidad - Allein unter Nachbarn - Special Edition (2 DVDs)

 

Este filme é o ápice do humor negro e, ao mesmo tempo, cômico e cheio de suspense. Trata da cobiça do ser humano e lida com os antagônicos do bem e do mal, mostrando que ambos são partes de uma mesma moeda e dependem muito da perspectiva de quem analisa uma determinada situação.

 

É uma produção espanhola do diretor Alex de la Iglesia, e a atriz principal, Carmen Maura, é excelente. Mas cuidado: é um filme proibido para menores de 16 anos!…

 

Vocês já o viram? Caso negativo, fica aí uma dica, caso o tema e o estilo batam com o de vocês.



 Escrito por Sandra às 21h46

Comente aqui: ou aqui: []

::Pós-escrito no topo::

Devido a problemas técnicos (oh pessoal do UOL Blog, resolve isso aí e libera o espaço!), não posso escrever como quero, mas vamos lá:

Pós-escrito: há excelentes jornais na Alemanha que não fogem da realidade do país e fazem jornalismo de primeira categoria. Um exemplo é o Süddeutsche Zeitung (jornal do sul da Alemanha). Este artigo é absolutamente imperdível (em alemão)!!!

 

* * * *

 

Por favor não deixem de ler meu texto abaixo. O pós-escrito é parte dele.



 Escrito por Sandra às 19h56

Comente aqui: ou aqui: []

::Ataque racista em Potsdam - Parte I::

DDP ATB

 

 

Semana passada durante a Páscoa dois homens agrediram um engenheiro alemão de origem africana de 37 anos, pai de dois filhos, casado com uma alemã. Até hoje ele se encontra no CTI daquela cidade, em estado de coma. Por sorte, ele conseguiu que parte das agressões por ele sofridas fossem gravadas na secretária eletrônica de sua esposa, pois ao perceber que a situação estava ficando séria para o lado dele, ainda teve controle para apertar no botão do seu celular, que refez sua última ligação. Ao descobrir este trecho da conversa, cheio de agressões do tipo “negro” e da pergunta “você não tem pátria?”, a polícia montou uma comissão de 25 investigadores que passaram a oferecer 5.000 euros para pessoas que pudessem identificar os agressores. Alguns dias depois foram presos dois alemães, ambos apresentaram alibis de que estavam em outro lugar no momento do ataque. Mas pelo menos um deles está provavelmente envolvido no crime, pois foram encontradas provas do seu DNA em uma garrafa de cerveja quebrada encontrada no local onde este ocorreu.

 

Depois que o inadimissível aconteceu, já se passaram vários outros episódios relacionados à notícia. Primeiro o governo alemão decidiu que o caso não seria tratado pela polícia de Potsdam mas sim a nível nacional, pois um caso como este põe em risco a segurança do país. Várias mil pessoas em Potsdam foram às ruas e realizaram passeatas contra os neonazistas e contra o racismo. Políticos comentaram e tentaram justificar o fato, tentando evitar que se tirem “conclusões precipitadas” sobre o mesmo, um deles dizendo que “há também pessoas loiras de olhos azuis que se tornam vítimas de atos de violência, em parte, cometidos por pessoas que possivelmente não têm a cidadania alemã. Isso também não é melhor" (triste afirmação, do começo ao fim). Por fim, neste final de semana o jornal sensacionalista BILD levantou várias informações desnecessárias e lançou dúvidas sobre o motivo racista dos agressores. Este jornal afirmou que tanto o engenheiro atacado quanto seus agressores se encontravam alcoolizados, e do contrário do que se supunha no início, o agredido não teve fraturas nas costelas mas caiu ao ser atingido por seus agressores por um “único” soco em seu olho, e por estar alcoolizado “não foi capaz” de se sustentar em pé! Disseram que a gravação encontrada como prova do crime dava mostra somente de pessoas alcoolizadas com dificuldade de fala (o que é praticamente uma mentira, pois eu ouvi a gravação várias vezes e ela está quase perfeita). Por fim, hoje li que o prefeito da cidade de Potsdam considera, de forma sensata, que não se deve ficar especulando sobre o caso enquanto o agredido continua no hospital à beira da morte, em estado de coma. E ainda afirmou que “em Potsdam há racismo, e nós temos que lidar com ele”.

 Escrito por Sandra às 19h02

Comente aqui: ou aqui: []

::Ataque racista em Potsdam - Parte II::

Eu, da minha parte, fiquei irada com tudo isso. Por que uma pessoa negra é agredida neste país e ao invés de especularem tanto sobre as razões dos agressores não se tenta aprender com o ocorrido, não se enfrenta o problema de frente? O racismo existe sim, os problemas de integração de estrangeiros são muitos, há resistência tanto por parte de alemães pouco esclarecidos quanto do lado de certos grupos estrangeiros que já estão aqui há muito tempo e se negam a aceitar vários princípios democráticos e/ou dos Direitos Humanos. Por que não se aproveita o ocorrido, à beira do início da Copa do Mundo em solo alemão, quando tantas pessoas das mais variadas nacionalidades estarão visitando este país, e não se inicia uma campanha pró-multicultural, levantando e dando exemplos dos tantos fatores positivos da mistura de culturas, não se discute que tipo de qualificação será incentivada pelo governo e bem-vinda para que se possa preencher os vários cargos que continuam vagos por não haver mão-de-obra qualificada dentro do país, não se inicia uma campanha esclarecedora de que não existe uma resposta simples para os complicados problemas atuais do pais (p. ex. o alto nível de desemprego) e que esta resposta simples não pode ser só a presença de estrangeiros e que estes, trabalhando e vivendo aqui, contribuem para que o sistema social e a economia do país continuem em funcionamento?

 

No começo de minhas leituras sobre o caso uma coisa que muito me chamou a atenção foi o fato da própria imprensa ter tido dificuldade de noticiar o fato, dando várias conotações a este homem, chamando-o de negro etíope com passaporte alemão, alemão negro de origem etíope, alemão-africano, alemão de origem africana, e ainda sobre sua profissão, qualificando-o como engenheiro do meio-ambiente perto da Promoção, colocando que ele estava desenvolvendo pesquisas que pretendia colocar em prática em trabalhos posteriores junto ao 3° Mundo. Uma coisa positiva que citaram logo de cara, se não fosse a tristeza do ocorrido, foi que se os políticos andavam procurando por exemplos de integração bem sucedidos no país, este homem era um exemplo impecável de alguém que veio aqui para estudar, mora aqui há 19 anos, adquiriu a nacionalidade alemã, casou-se com uma alemã, teve dois filhos, trabalha aqui e fazia sua Promoção. Mas isso tudo não justifica nem deixa de justificar o maltrato dado a esta pessoa. Independentemente de sua posição social, era uma pessoa como outra qualquer que queria se locomover dentro de uma cidade e foi agredido, roubado e maltratado (quase) à morte.



 Escrito por Sandra às 19h01

Comente aqui: ou aqui: []

::Atque racista em Potsdam - Parte III::

Pois é. Olhar para uma pessoa e tomar conclusões precipitadas de quem ela é é fácil. Estou dizendo isso pra mim também. É preciso evitar o preconceito latente e ver em cada ser humano uma pessoa com direitos e deveres, onde quer que ela se encontre nesta face da Terra, como cidadã do mundo. E se ela for imigrante, provavelmente estará em busca de melhores condições de vida, para si e para sua família. Hoje eu sou imigrante num país estranho. Ontem foram meus antepassados, que emigraram da Europa para o Brasil, também em busca de muito daquilo do que vim buscar aqui.

 

É possível dar respostas plausíveis e reais sobre questões complicadas tais como a integração e procurar soluções praticáveis para os problemas econômicos enfrentados pela Alemanha nos dias de hoje. Se isso foi possível nesta reportagem da “Deutsche Welle”, por que não é possível realizar-se uma campanha nacional neste sentido, dando "nome aos bois" e procurando alertar, informar, esclarecer o cidadão e frear o avanço de movimentos da extrema direita tais como o do partido NPD?



 Escrito por Sandra às 19h00

Comente aqui: ou aqui: []

::Fotos novas::

Vocês já viram as novas fotos do Dani? Ele está quase andando!… Clique aqui e não se esqueça de bisbilhotar através do "ver todas as fotos" pois tem 9 fotos novas no fotoblog dele.



 Escrito por Sandra às 08h25

Comente aqui: ou aqui: []

::Lembranças musicais::

Nos domingos lá em casa sempre tocava Nat King Cole ou Vinícius de Morais, MPB ou outra coisa do gênero. Domingos deliciosos regados a boa música, lasanhas ou algum outro prato especial, harmonia e mamãe cantando enquanto limpava a casa, interminantemente, com o maior prazer. Na minha adolescência descobri a música mineira, 14 Bis, Beto Guedes, o Clube da Esquina, Flávio Venturini, Paulinho Pedra Azul e tudo o mais que minhas belas e Minas Gerais tinham pra oferecer de bom. Foi a época de comprar LP’s a prestação de 4 vezes e ainda de meia-a-meia com meu irmão e dos shows ao vivo ao pé da serra no parque das Mangabeiras, todos os domingos. Ai que delícia! Depois veio Supertramp, Genesis, Madonna, Prince, Michael Jackson, Queen, George Michael, James Taylor, Tina Turner e na onda nacional tudo o que nosso país foi capaz de oferecer na época em que se misturava um bom rock a letras de conteúdo: Cazuza, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e Kid Abelha. No final da adolescência e na época de faculdade eu curtia tudo o que fosse dançável e/ou representasse o “beat” da época. Da primeira vez que estive na Europa levei comigo o olhar maravilhado pela MTV, que antes não conhecia, e também alguns CD’s de música francesa e internacional que ainda não tocava no Brasil. Nesta época também chegou (e ficou) minha paixão pela música brasileira cantada por vozes femininas e por jazz & blues de todas as formas. A lista de quando comecei este blog resume um pouco meu gosto musical eclético e camaleônico de ser: Norah Jones, John Mayer, Marisa Monte, Adriana Calcanhoto, Legiao Urbana, Cazuza, Milton Nascimento, Toquinho e Vinícius, JAZZ, BOSSA NOVA, MÚSICA COM LETRA INTELIGENTE OU BATUQUE BOM =D, MPB. Nos últimos tempos tenho descoberto meu interesse por música eletrônica no estilo Cibelle, esse tipo de música que se (re)inventa a cada segundo, que parece uma viagem musical em cada tom. Com o tempo aprendi a gostar de música boa do mundo todo, em qualquer língua, desde que tenha um batuque bom, uma mensagem ou que me capture e leve em sua viagem. Gosto de músicas com as quais me sinto voando, viajando ou crescendo, em estado de mutação. Taí, confessei algo que é parte de mim e sem a qual não consigo viver: MÚSICA. E quanto a você, qual é o seu gosto musical?



 Escrito por Sandra às 20h17

Comente aqui: ou aqui: []

::Passeios::

Geralmente só temos olhos para coisas bonitas que estão longe de onde moramos. Esta semana está sendo diferente. Estou passando férias junto dos meninos e amigos aqui mesmo na região onde moro e estou adorando! Ontem foi um dia de compras, de ver vitrines e aproveitar praticamente os primeiros raios de sol da primavera em Singen. Hoje fomos a Schaffhausen na Suíça. Lá estava acontecendo um mercado espalhado por todas as ruas da cidade antiga. Fizemos um piquenique num jardim lindo da cidade e visitamos também o Jardim de Ervas Medicinais (Kräutergarten), que adorei. Já no ano de 821 Carlos, o Grande, determinou as 70 plantas medicinais que deveriam ser cultivadas em jardins de mosteiros da região, e este que visitei hoje é um deles. Para ver uma coletânea de fotos do local, clique aqui. Deu pra ver que lá é lindo também no outono/inverno. Vou voltar lá mais vezes com certeza!



 Escrito por Sandra às 18h40

Comente aqui: ou aqui: []

::Minha vida sem mim::

Como você acha que iria reagir se te avisassem de uma hora pra outra que tem uma doença incurável e que só tem mais dois meses de vida? O filme « Minha vida sem mim » trata deste tema e envolve nele todos os sentimentos humanos, pondo todos nós para pensar em nossas próprias vidas, no sentido delas, naquilo que realmente queremos fazer nesta vida, do que realmente é importante e pelo que vale realmente a pena viver. Eu sei, o filme é de 2003, mas só o descobri agora, por intermédio da Ucha. Valeu, muito obrigada Ucha! Ainda terei mil e um filmes (e músicas!) para descobrir por seu intermédio. E a trilha sonora do filme? Encantadora.  Simples. Sensual. Romântica. É complemento e prato principal ao mesmo tempo.

 

Mudando de assunto, hoje de manhã fiz uma coisa totalmente fora dos meus planos, mas da qual gostei. Levantei cedinho junto com o Dani e estava na sala com ele, enquanto o Matthias ainda dormia. Ele brincando, engatinhando e mexendo em tudo, enquanto eu liguei a tevê e comecei a passar por todos os canais, assistindo um pouquinho aqui, outro ali, como sempre. De repente parei numa mulher que era vidente e se comunicava com anjos, que estava respondendo perguntas ao vivo. Peguei no telefone e liguei pra lá. Fui conectada com outra pessoa, mas que me deu muitas respostas e que me tocou, me ajudou. Foi legal iniciar o dia assim, de uma forma imprevisível. E terminá-lo com o fime acima foi o outro lado bom da estória.



 Escrito por Sandra às 22h17

Comente aqui: ou aqui: []

::Cuidado com o excesso de chocolate!::

Acabo de entrar de férias e trabalho agora só dia 24.04. Feliz Páscoa!!!



 Escrito por Sandra às 13h57

Comente aqui: ou aqui: []

::Mundo blog::

Reportagem da Folha Online de 07.02.06:

A internet tem cerca de 27,3 milhões de diários virtuais, também conhecidos como blogs. Segundo as estimativas divulgadas pela empresa de pesquisa Technorati nesta semana, cerca de 70 mil destas páginas são criadas diariamente em todo o mundo. O número de posts diários chega a 700 mil ou 29,1 mil atualizações feitas a cada hora.

A companhia estima ainda que a quantidade de blogs disponíveis na web dobra a cada cinco meses e meio. Do total de diários virtuais existentes, 2,7 milhões são atualizados pelo menos uma vez por semana, enquanto 1,2 milhões recebem novas informações diariamente.

"Nesta velocidade, é impossível ler tudo o que aparece de importante sobre determinado assunto", afirmou David Sifry, fundador da Technorati, segundo o site "Cnet". "O desafio é encontrar as informações mais interessantes e confiáveis dentro deste universo."



 Escrito por Sandra às 21h02

Comente aqui: ou aqui: []

::Motivação::

Estive até agora num jantar junto do gerente geral, meu chefe direto e um funcionário da empresa mãe vindo da Holanda, que está oferecendo hoje e amanhã um treinamento sobre CRM (Customer Relationship Management) para nossos empregados. Foi legal como sempre, internacional como sempre, motivador como sempre. Tivemos algumas boas idéias e rimos juntos. Um barato! Um pouco acaba sendo como durante o horário de serviço, boa parte não, pois nos conhecemos pessoalmente um pouquinho melhor a cada encontro, a cada novo visitante, e eles são pessoas com quem gosto muito de trabalhar. O nosso visitante da Holanda tem o trabalho dos meus sonhos: ele viaja pelo mundo visitando as empresas do conglomerado e dando treinamento a seus funcionários. Quem sabe algum dia?

 Escrito por Sandra às 20h11

Comente aqui: ou aqui: []

::Dia-a-dia::

Levei meu carro pra assistência técnica e sugeri que me emprestassem outro, pois estava com o Daniel e não queria ficar 3 horas esperando, além de ter algumas coisas para resolver por perto. Para minha surpresa, me emprestaram um Smart para entregar no dia seguinte. Ah, que delícia andar de Smart! Eu adoro! E este, por final, era bem novo e portanto bem macio, super gostoso de dirigir e com um assento ainda mais confortável do que o meu. Eu trocaria seu interior pelo do meu carro, mas o exterior, nunquinha. Meu carro tem as cores do Brasil e se chama Brasileirinho, e eu não o troco por nada neste mundo! Acabo de recebê-lo de volta, e pra comemorar a “volta pra casa” (não, na realidade só pelo fato de terem limpado o carro por dentro e terem trocado uma parte da lataria que brilhava, enquanto o resto estava ofuscado atrás da sujeira do inverno) dei-lhe um banho e fiz-lhe uma limpeza completa. Que venha a primavera, meu carro já está brilhando!

 

O Daniel teve uma de suas visitas periódicas ao médico, que aqui se chamam “U”. As visitas são pré-determinadas e servem para que o médico acompanhe o desenvolvimento da criança de perto, podendo reagir caso algo não esteja ok. Hoje foi a vez da U6. O Dani está com 71 cm de altura, 8 kgs, tem 45 cm de diâmetro da cabeça e o comentário do médico foi: “por trás dessa esperteza tem que haver um cérebro em funcionamento!”. Digam-me, costumam dizer aí no Brasil que bebês desta idade estranham outras pessoas? Pois é, aqui dizem isso, mas o Daniel é curioso demais pra estranhar quem (ou o que) não conhece. E outra coisa: aqui não ficamos sabendo o tipo sanguíneo da criança. Esqueci de perguntar por quê. E semana passada despontou o 3° dentinho, desta vez da arcada superior. Da tosse brava da semana passada, só sobraram resquícios mínimos que, segundo o médico, vão sumir com o tempo. Uma beleza. Esse dia tá com cara de “missão cumprida”.



 Escrito por Sandra às 16h21

Comente aqui: ou aqui: []

::Análises::

Trabalhei hoje pouco mais de uma hora e de repente recebi um telefonema: tive que ir buscar o Dani, que estava com febre. Há alguns dias ele vem lutando com uma tosse feia e um nariz que não pára de escorrer, fruto de uma gripe que não o deixou desde o inverno. Fui direto pro médico, que receitou antibiótico, o primeiro da vida dele. Ontem a Taísa passou a madrugada inteira com problemas intestinais, hoje ela já está bem melhor e já voltou pra escola. É isso, mas não estou mal não. Eu estou fazendo tudo o que posso e imediatamente, sempre que algo acontece vou lá no médico, cuido dos meninos, dou carinho, remédio, atenção. Esse momento pouco agradável, como tudo na vida, passa.

 

E quanto ao texto abaixo. Ele me tirou um “peso” da alma. Sim, eu percebi que o importante não é tanto o acertar, mas pelo menos o tentar. E isso está certo sim, pois quando alguns grandes sonhos da gente se tornam realidade, eles deixam de ser sonhos e passam a ser vistos “nus e crus”, tais como são. E daí a gente percebe que nem tudo são flores, tudo tem seus prós e contras. Hoje, sonhos que no passado eram tão sonhados, já foram deixados de lado e já não povoam mais meus desejos, pois já foram vividos e já viraram parte do passado. E está bom assim. O importante é não deixar de sonhar e não me deixar paralisar pelo medo de errar.

 

O Matthias estava me ensinando a ser mais leve ontem. Ele disse que pega o que é ruim, enxerga aquilo e deixa de lado, dá pouca importância. E depois vai lá e pega o que é bom em sua vida e coloca em primeiro plano, se permitindo ser feliz pelo lado bom da vida. Parece simples (e é mesmo) e dá excelentes resultados. Vou tentar implementar (pelo menos com mais frequência).

 Escrito por Sandra às 09h49

Comente aqui: ou aqui: []

::Fotos e textos::

Como de  costume (no máximo a cada 2 semanas) tem fotos novas lá no fotoblog do Dani!

 

Achei mais um texto excepcional do Geraldo, que não posso deixar de guardar aqui e dividir com vocês. Boa semana para todos!

Um passo muito difícil, no caminho do meu crescimento, é aprender a dizer um definitivo não às pressões que recebo o tempo todo, de todos os lados, para fazer as coisas que os outros querem que eu faça, do modo que eles querem que sejam feitas.

Porém, um passo mais difícil ainda, é eu dizer convictamente SIM aos rumos que eu escolhi tomar, às coisas que eu decidi fazer, à forma como eu acho que elas devem ser feitas.   

Liberdade é sinônimo de fazer escolhas.
Quanto mais amplo for o conjunto de coisas e situações sobre as quais eu me sinto preparado para escolher por mim mesmo, mais livre eu sou.

Contudo, é preciso lembrar que assumir a minha liberdade de escolha não tem nada a ver com fazer sempre as melhores escolhas. Infelizmente, livre-arbítrio inclui a (incômoda) possibilidade de fazer as escolhas erradas, eleger as piores alternativas, optar com base em percepções falsas ou inapropriadas.

Liberdade de escolher que significasse fazer sempre as melhores escolhas, não seria liberdade, mas "certeza absoluta" de que as coisas que eu quero fazer darão certo.
No mínimo uma visão absurda e totalmente equivocada da vida e da minha condição humana.

Por mais paradoxal e estranho que pareça, eu só posso me considerar realmente livre e apto para fazer escolhas em minha vida quando eu admito errar, quando eu assumo antecipadamente a possibilidade de fracassar, de perder, de não chegar a lugar nenhum.

É sinal de que eu ainda não compreendi direito o que é escolher, nem estou consciente das condições que o livre arbítrio me impõe quando, no momento da escolha, meu coração e minha mente são invadidos por questões do tipo: - será que vai dar certo?
Será que é isso mesmo que eu devo fazer?
E se der tudo errado, como ficarei diante de mim (e, naturalmente, diante dos outros)?

Perguntas assim denunciam que eu estou preparado apenas para os "bônus" - não para os eventuais "ônus" - das minhas escolhas.

Quanto eu assumo inteiramente o meu livre arbítrio, quando ponho em prática a minha liberdade de escolha em sua verdadeira dimensão, não existe essa coisa de dar certo ou dar errado, de sucesso, de fracasso, sorte ou azar. No meu íntimo eu sei que simplesmente "vai dar", "vai acontecer", "virá", como resultado das minhas ações e omissões.

Mas, quando eu estou consciente do meu "livre arbítrio" e de como é que ele funciona, mesmo dando errado, sempre dará certo, porque aquela foi a escolha que eu quis fazer - e fiz - às vezes a despeito até mesmo dos prognósticos mais agourentos e desfavoráveis.
    
A verdadeira liberdade de escolha é, portanto, a minha capacidade de dizer convictamente "sim" a todas as escolhas que eu fizer, assumindo inteiramente a responsabilidade pelas conseqüências dessas escolhas, sejam elas quais forem.



 Escrito por Sandra às 22h53

Comente aqui: ou aqui: []

::CriaturaGG::

Achei um site na internet que quero recomendar, porque gostei muito dele. Trata-se do CriaturaGG, a primeira revista para gordinhos do Brasil. O site tem bom conteúdo e lida com esse tema complicado: a escravidão pela beleza, que considero exacerbada aí na Terrinha, e, por outro lado, o fato de que as pessoas podem ser bonitas e se sentirem bem consigo mesmas mesmo com alguns quilinhos a mais.

 

Depois da segunda gravidez engordei mais dois quilos. Durante o inverno eles não foram percebidos, escondidos debaixo de tanta roupa de frio e casaco. Mas agora que o tempo está melhorando, os quilinhos a mais estão bem visíveis. Fui lá nesse site atrás de consolo também pra mim, pois sou anti-ginástica e anti-dieta, apesar de ter a sorte de não ser louca por chocolates e doces. A melhor reportagem, que me reconfortou e me fez pensar, foi a “Liberdade – Desencane da Opinião alheia e sorria”. Apesar de não ser encanada com a opinião alheia, sou encanada pela minha própria opinião, e por eu ser exigente e severa comigo, não é nada fácil ouvir minhas críticas em relação a mim mesma! Tenho que trabalhar isso, urgente. E o texto da reportagem é muito bom, faz a gente pensar. Confiram! Bom final de semana!



 Escrito por Sandra às 18h35

Comente aqui: ou aqui: []
Meu nome: Sandra
Aniversário: Dia de sorte
Signo: Virgem


Gosto:
De melancia
Laranja
Sol
Viajar
Bater papo
Rodar o mundo

Não Gosto:
De cinza
Monotonia
Chuva

Ouço:
Norah Jones
John Mayer
Marisa Monte
Adriana Calcanhoto
Legiao Urbana
Cazuza
Milton Nascimento
Toquinho e Vinícius
JAZZ
BOSSA NOVA
MÚSICA COM LETRA INTELIGENTE OU BATUQUE BOM =D
MPB

Vejo:
Eu nao sou de ver TV, sou mais de ler e escrever... mas adoro cinema!

Leio:
Vá onde seu coração mandar - Susanna Tamaro
Utta Danella
Paulo Coelho
Geraldo Eustáquio de Souza
Meu perfil
BRASIL , Mulher , de 26 a 35 anos , Portuguese , German , Cinema e vídeo , Informática e Internet , Viagens, Leituras...
MSN -



Histórico
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004
01/01/2004 a 31/01/2004
01/12/2003 a 31/12/2003
01/11/2003 a 30/11/2003
01/10/2003 a 31/10/2003
01/09/2003 a 30/09/2003
01/08/2003 a 31/08/2003
01/07/2003 a 31/07/2003
01/06/2003 a 30/06/2003
01/05/2003 a 31/05/2003

Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Pousada Ilha do Sol
Sítio do Ipê Amarelo
Viver na Alemanha
Manual para a Alemanha
Mundo Pequeno
Companhia para Crescer
Warrior of the Light
Karey Lorena
Patilein
Trocando Figurinhas
Zero Grau
UOL
UOL SITES


 


 



Blogs que leio:
Daniel Eisheiliger
Ar de Amor
Consulta Sentimental
Indizível
Trocando Figurinhas
Tricotando



Site Meter